18 de abril de 2014

GIL PÉREZ CONDE [B 1519]

GIL PÉREZ CONDE [B 1519]

Mia senhor, ja eu morrerei
en vosso serviç', e por én
mi non é con mia morte ben,
porque vos non ficou de mí
filho, por quanto vos serví,
que mi criassedes por én.

Sempr'en mia mort'adevinhei
que havía a morrer por vós,
(e a morrer havemos nós);
mais por que non fiz (e m'end'é mal)
un filho vosso natural,
que achasse conselh'en vós?

Filh'a que leixass'o que hei
quisera-m'eu, senhor, fazer,
que fosse voss', e defender-
lo-íades por meu amor;
ca, pois eu por vós morto for,
que ben mi podedes fazer

Ningún comentario:

Publicar un comentario