29 de setembro de 2013

ESTEVAN DA GUARDA [B 1308 / V 913]

ESTEVAN DA GUARDA [B 1308 / V 913]

Pois teu preit'anda juntando
aquel que é do teu bando,
di-me, doutor, como ou quando
lhe cuidas fazer enmenda:
por quant'and'el trabalhando
com'apost'a ta fazenda.

Pois con muitos ha baralha
por te juntar prol sen falha,
di, doutor, si Deus ti valha,
se lhe cuidas dar merenda:
por quant'el por ti trabalha
com'apost'a ta fazenda.

Pois anda tan aficado
por teu preito haver juntado,
di, doutor, cab'o casado,
que prol ten i ou quegenda
o que toma tal cuidado
com'apost'a ta fazenda?

Ningún comentario:

Publicar un comentario