23 de xuño de 2013

AFONSO X [B 461]

AFONSO X [B 461]

Direi-vos eu dun ric'homen
de com'aprendí que come:
mandou cozer o vil homen
meio rabo de carneiro,
assí como cavaleiro;

E outro meio filhou
e peiteá-lo mandou,
ao colo o atou,
en tal que o non aolhasse
quen no visse e o catasse.

E pois ali o liou,
estendeu-se e bucijou;
por ua velha enviou,
que o veesse escantar
d'olho mao de manejar.

A velha én diss'atal:
«Daquesto foi, que non d'al:
de que comestes mui mal».
E começou de riír
muito del e escarnir.

«Nunca vos disse assí:
fiinda mester ha i».
Don Afonso diss'atal:
«Faça-x'o quen faz o al».

Ningún comentario:

Publicar un comentario